segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Resultados da Semana Azul e Branca



Futebol:
Equipa principal – Na quarta o FC Porto recebeu o Liverpool, em jogo a contar para a 1ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. No final do encontro verificou-se a derrota dos Dragões por 0-5.
No domingo os portistas receberam o Rio Ave, em jogo a contar para a 23ª jornada da Liga. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 5-0, com golos de Sérgio Oliveira, Soares (2), Marega e ainda um autogolo de um defesa vila-condense.
Equipa B – No domingo o FC Porto B recebeu a Oliveirense, em jogo a contar para a 25ª jornada da II Liga. No final do encontro verificou-se a derrota dos Dragões por 1-2, sendo o golo portista apontado por Oleg Reabciuk.
Juniores A – No domingo os sub19 deslocaram-se ao terreno do Sporting, em jogo a contar para a 1ª jornada da segunda fase do campeonato nacional de juniores A. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 0-1, com golo de Paulo Estrela.
Juniores B – No domingo os sub17 receberam o Vitória de Guimarães, em jogo a contar para a 11ª jornada da segunda fase do campeonato nacional de juniores B. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 4-2, com os golos portistas a serem apontados por Fábio Silva (2), Rodrigo Valente e Ruca.

Andebol:
No sábado o FC Porto deslocou-se ao terreno do Avanca, em jogo a contar para a 23ª jornada do campeonato nacional. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 26-34.

Hóquei:
No sábado o FC Porto deslocou-se ao terreno do Vic, em jogo a contar para a 5ª jornada da fase de grupos da Liga Europeia. No final do encontro verificou-se um empate a 4.

Basquetebol:
No sábado o FC Porto recebeu o Lusitânia, em jogo a contar para a 19ª jornada da liga portuguesa de basquetebol. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 100-65-



domingo, 18 de fevereiro de 2018

Crónica e Análise: FC Porto 5 – Rio Ave 0



1 – Crónica

No final de tarde deste domingo o FC Porto recebeu o Rio Ave, em jogo a contar para a 23ª jornada da Liga. No final do encontro verificou-se a vitória dos Dragões por 5-0.
Para este jogo Sérgio Conceição apostou num onze composto por Casillas; Maxi, Marcano, Filipe e Alex Telles; Herrera e Sérgio Oliveira; Brahimi, Marega, Soares e Corona.
O FC Porto entrou muito bem em jogo, ativando o marcador no primeiro remate feito à baliza, ao minuto 2, por intermédio de Sérgio Oliveira. Ao minuto 22, Soares ampliou a vantagem azul e branca no marcador. E, ao minuto 34, num lance em que Marega interveio, um defesa vila-condense aumentou a vantagem portista, ao colocar a bola na própria baliza. Brahimi tentou fazer o gosto ao pé, mas a bola foi à barra. Herrera também quis tentar, mas viu o guarda-redes adversário não permitiu mais festejos no primeiro tempo.
O Rio Ave pareceu entrar no segundo tempo com vontade de reduzir a desvantagem. Nesse período Alex Telles, primeiro e Casillas, depois, não permitiram qualquer reação, no caso do espanhol, foi chamado a intervir por duas vezes. Mas foi o FC Porto quem voltou a marcar, mesmo depois de baixar o ritmo de jogo, foi ao minuto 72, que Marega colocou os Dragões a vencer por 4. E, por fim, ao minuto 85, Soares fez o 5º golo da noite, com o senhor árbitro a demorar algum tempo para tomar uma decisão, porque precisou da ajuda do vídeoárbitro.
Com esta vitória o FC Porto soma 58 pontos e está no primeiro lugar da Liga.

2 – Análise

Foi o regresso do campeonato depois da difícil derrota caseira para a Liga dos Campeões e, mesmo involuntariamente, havia a expetativa de perceber como ia a equipa reagir. E reagiu muito bem. Não se esperavam facilidades, não as houve certamente, o que aconteceu foi que o FC Porto fez com que o jogo fosse fácil. Não se podia pedir melhor entrada em jogo e, ao longo da primeira parte os golos foram surgindo. Ao intervalo sobrava a sensação que a vitória não ia fugir. Mas o FC Porto não deixou essa ideia instalar-se e no segundo tempo surgiram mais dois golos. Foi, de facto, a melhor resposta que a equipa podia dar, mostrando que reagiu da melhor forma a uma dura e difícil derrota. Foi uma exibição interessante, pautada por uma espécie de mistura entre a eficácia no ataque – hoje correu quase tudo bem na frente – e a gestão do ritmo do jogo, sem com isso perder o controlo. Destaco Sérgio Oliveira, Soares e Marega pelos golos; e não podia passar ao lado de um facto importante do jogo: o regresso de Casillas à baliza portista em jogos do campeonato. Não quero com isto alimentar uma espécie de discussão, mas confesso que fiquei satisfeita com o regresso do espanhol à baliza. Não quero com isto dizer que José Sá é mau guarda-redes, ou que esteve mal nos jogos que defendeu as redes portistas, até percebo que seja preciso que ele jogue para crescer. O ideal seria alternar os dois, assim Casillas tinha oportunidade de jogar mais e Sá de crescer mais.
Em suma, o FC Porto venceu de forma justa e inequívoca um adversário difícil que os Dragões trataram de fazer parecer fácil. Na quarta segue-se a segunda parte do jogo no Estoril. Vamos Porto!



Crónica: FC Porto B 1 – Oliveirense 2



Na tarde deste Domingo o FC Porto B recebeu a Oliveirense, em jogo a contar para a 25ª jornada da II Liga. No final do encontro verificou-se a derrota dos Dragões por 1-2.
Para este jogo António Folha apostou num onze composto por Diogo Costa; Musa Yahaya, Diogo Queirós, Diogo Leite e Oleg Reabciuk; Luizão, Rui Moreira e Luís Mata; Madi Queta, Danúbio e Santiago Irala
Foi a Oliveirense quem entrou melhor em jogo, aproximando-se da baliza à guarda de Diogo Costa por duas vezes, com o guarda-redes portista a levar a melhor. No entanto ao minuto 19, Diogo Costa não conseguiu evitar o primeiro golo do jogo para os visitantes. Ao minuto 45, na sequência de um livre, Oleg Reabciuk fez o golo do empate.
Foi o FC Porto B quem entrou melhor no segundo tempo, contabilizando nos primeiros minutos duas ocasiões para colocar-se em vantagem. Ao minuto 59 os B’S portistas ficaram reduzidos a 10, uma decisão muito discutível. Os Dragões tentaram, ainda assim,, correr atrás do resultado. No entanto, foi a Oliveirense quem voltou a marcar, desta feita de grande penalidade ao minuto 73. O FC Porto B ainda ficou perto de repor o empate no marcador, não fosse Chidera ter atirado à barra, ao minuto 89.
Com este resultado o FC Porto B permanece com 44 pontos e continua a ocupar o primeiro lugar da tabela classificativa da II Liga.